Resiliência – o seu sucesso depende dela!

Resiliência – o seu sucesso depende dela!

Resiliência, por que ela é tão importante para a construção do seu sucesso, e como desenvolvê-la?

Direto ao ponto?

Resiliência diz respeito a sua capacidade de se recompor emocional e mentalmente após as pancadas que a vida dá. Transformando-as em fontes de aprendizagem e crescimento. É ou não uma característica fundamental para os tempos atuais?

Como desenvolver? Conhecendo, fortalecendo e aprimorando a sua estrutura interna.

Vou detalhar…

A palavra resiliência originalmente remete a propriedade física que alguns corpos apresentam de retornar à forma original após terem sido submetidos a uma deformação elástica. No mundo corporativo significa a capacidade de se recobrar ou se adaptar às pressões, dificuldades e desafios das situações adversas.

Fácil? Não! Mas é possível, desejável e benéfico para a sua carreira desenvolver essa capacidade.

Vivemos hoje em uma busca constante de afirmação no espaço social; em um mundo onde a disputa e a competição imperam, com altos níveis de cobrança de resultados; em um permanente ambiente de incerteza. Estamos mais individualizados e com perspectivas de planejamento com prazos cada vez menores. Tudo muda muito rapidamente!

Neste ambiente é ou não importante ter a capacidade de administrar tudo isso sem perder a cabeça? Ser mais flexível, capaz de manter a identidade pessoal, mas ir se ajustando aos acontecimentos? Certamente é! Por isso as empresas estão buscando indivíduos com esse atributo.

Resiliência tem a ver com a sua capacidade de suportar tensão emocional e voltar ao “normal”. Sob pressão, não surtar, não agir como uma criança birrenta, não reagir continuamente como um animal que julga estar em perigo: encarando, correndo ou congelando. Agir com foco e coerência, exteriorizando a sua força interna.

Como ser mais resiliente?

1- Saiba quais são os seus valores. Eles ditam os seus limites, e você precisa saber até onde aguenta ir sem se desrespeitar, sem se violar, sem se quebrar.

2- Saiba quais são os seus pontos fortes, de onde você pode puxar energia para aguentar a pressão, onde você pode se apoiar internamente nesses momentos.

3- Exercite o não tirar conclusões precipitadas, o não levar tudo para o lado pessoal. Busque separar, na medida do possível, o fato – da percepção. Julgamos tudo a partir do nosso repertório de experiências e elas estão marcadas pela emoção e isso pode, em alguns casos, turvar a nossa visão dos acontecimentos.

4- Aumente o seu nível de Felicidade. Pessoas mais felizes tendem a lidar melhor com situações difíceis, possuem uma orientação mais positiva do futuro, e agem com mais empatia, o que é muito bom na hora de lidar com conflitos. Escrevi um artigo em que ensino Como aumentar o seu nível de felicidade, dá uma conferida.

E lembre-se: Invista sempre em autoconhecimento!

Ao perceber a sua própria maravilha e fragilidade, você vai conseguir respeitar mais a si mesmo e aos outros, vai estar mais aberto para as interações, com as pressões que sempre existirão, e vai aproveitar esses acontecimentos para ir se aperfeiçoando como o aglomerado orgânico – com uma pitada divina – que você é. 🙂

Quem sou!

Um ser que gosta muito do humano, que busca aprofundar conhecimentos em áreas estratégicas e que tem força para mexer com gente: Psicologia, Comunicação, Marketing, Coaching.

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?