Como ser mais respeitado?

Como ser mais respeitado?

Minha mãe sempre dizia: “Cuidado com o que você fala, quem do que usa, acusa!!” Quanto saber sintetizado em uma fala tão curta e direta!

Foram necessários anos para que eu finalmente entendesse toda a extensão do seu conteúdo, mas como desde sempre fui de ouvir mais e falar menos, esse ensinamento me foi muito útil. Reparava no que era dito, no que era apontado, nas acusações feitas, e ficava comparando com as ações praticadas por essas mesmas pessoas, quantas vezes me peguei pensando: nossa, a mãe tem razão!

Discurso X Prática. Você quer ser mais respeitado(a)?

Responda: Quanto coerente você é?

Não tenha dúvida, as suas ações falam tão alto quanto as suas palavras. De nada adianta o discurso (e os posts) correto e motivador…

  • Se ele vier associado a comportamentos discrepantes, como por exemplo, acessos constantes de descontrole, raiva, “piti” mesmo;
  • Se normalmente você é muito centralizador(a), delega pouco ou quase nada, e quando o faz, prepara uma lista com os passos a serem seguidos porque, afinal, só você sabe o proceder correto – sempre;
  • Se leva todo e qualquer comentário para o lado pessoal e o transforma em motivo para acionar todas as suas armas de ataque e defesa;
  •  se rigidez, no seu dicionário, vem antes de leveza.

Neste caso, o que você realmente demonstra é Incoerência, baixo quociente de inteligência emocional, ego à flor da pele, medo. Sim, medo! Medo que descubram que você é cheio(a) de dúvidas, incertezas, desconhecimento sobre si mesmo(a). E que sai projetando nos outros, o seu mundo interno tortuoso.

O que carregamos no íntimo é o que exteriorizamos e tendemos a reconhecer com maior frequência ao nosso redor. Não tem outro jeito, você até pode, em um contato superficial, demonstrar traços diferentes, usar máscaras, mas no convívio elas não se sustentam. Uma hora o vulcão entra em erupção!

E isso não gera respeito, ao contrário!

Todos nós temos limitações, fragilidades, vergonhas, mas também temos forças, histórias de superações, méritos, e é exatamente nesta mescla de seres diferentes que compartilham situações semelhantes que está a nossa maior fonte de crescimento, de produção, de criação.

Quer saber como ser mais respeitado?

Comece se respeitando! Invista em você, descubra-se! Vá gradualmente se libertando do medo que a ignorância de si mesmo alimenta. Ao conhecer o seu verdadeiro valor, você começará a perceber melhor o valor do outro também, da vida, do planeta que habita… O seu agir será mais pacífico, harmônico, mais coerente com o seu discurso.

Quem do que usa, acusa, lembra? Se você carregar no seu íntimo, e praticar no seu dia a dia, o amor, a paz, a sabedoria, a alegria, a disposição, a aprendizagem contínua, a humildade de saber que a sua versão do mundo é apenas isso – mais uma, entre muitas versões – vai identificar mais nos outros esses mesmos valores, e o respeito, mútuo, se fará presente.

Quem sou!

Um ser que gosta muito do humano, que busca aprofundar conhecimentos em áreas estratégicas e que tem força para mexer com gente: Psicologia, Comunicação, Marketing, Coaching.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?